sexta-feira, novembro 25, 2005

CRÔNICA DA NATAL




A casa estava cheia de segredos porque havia uma criança a encantar.
Mamãe encarregou - se da parte mais difícil : os passarinhos de espuma e plumas.
Rita e Mariana, que já sabiam usar a máquina de costura, confeccionaram 24 bonecas com retalhos coloridos.
E Carmem, que por ser a menor nem por isso era a menos habilidosa, trabalhou com cartolina, tintas e papel laminado, povoando as gavetas da cômoda com todo tipo de anjos.
O grande pinheiro foi levado para a sala enquanto a pequenina dormia e enfeitado com o trabalho de semanas. E, para finalizar, as luzes piscantes e cantantes.
Depois chamaram a pequena para a sala, onde ela entrou a correr e paralisou - se de surpresa. Com que emoção ela exclamou :
- Anjinhos ! Bonecas ! Passarinhos !
Então a mãe acendeu as luzes natalinas e aquela sacizinha fez uma coisa totalmente inesperada : sentou - se no chão a olhar, a olhar, a olhar que era um nunca mais acabar ... e suspirou.
Suspirou tão docemente ... suspirou tão de mansinho...
Foi o presente mais precioso que poderíamos ganhar !


SONIA RODRIGUES

Um comentário:

travissmith72537485 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.